quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Enlouqueça junto com Cisne Negro

Se você nunca entendeu bem o que significa catarse, vá assistir o filme Cisne Negro (Black Swan, 2010).

Um dos melhores filmes que assisti, um filme denso, inquietante, lascivo. Um filme que te prende a respiração por toda uma cena. Um filmão.

A protagonista Nina (Natalie Portman) é uma bailarina que tenta finalmente decolar em sua carreira, e para isso deseja ser a bailarina principal de O lago dos cisnes, que exige que ela interprete o papel de irmãs gêmeas, uma boa e outra má, que por causa de um feitiço são “aprisionadas” em formas de cisnes – O cisne negro e O cisne branco.

O filme tem a seu favor a trilha. Nada mais propício para condensar as angústias e sutilezas humanas que a música clássica. E somos levados por toda a trama como se nós mesmos fôssemos a Nina, como se nós mesmos dependêssemos dela.

Nina é perfeita para o Cisne Branco, é doce, dedicada, pura. Mas para ter o papel, para desempenhá-lo com perfeição, que é seu objetivo, ela precisa ser o Cisne Negro, uma sedutora, forte, destemida e livre (e destrutiva).

Ela terá que se enfrentar.

Tantos opostos, antônimos, contrários, divergentes. O filme é sempre um reflexo de si mesmo.

Desafio a você, leitor, que depois de assistir ao filme me diga com toda a certeza quem é o  antagonista nessa estória. É de fato, um desafio.

Na realidade, é delicado traçar o que é real e o que é delírio, é pelos olhos de Nina que vemos o seu mundo. É com ela que perdemos, nós também, o juízo. É difícil sair do filme e não evitar um espelho com medo do que nele seja refletido.

10 comentários:

Aline disse...

Pra lembrar que não temos só uma face. Um filme com a mesma intensidade, mesmo tendo sido assistido 4827 vezes.

Frau Forster disse...

Adorei o filme também! Mas no meu caso, não são os espelhos, são as coceiras nas costas :O

Daniel Savio disse...

Acho que vivesse algo parecido, o de viver duas pessoas diferentes, simplesmente piraria...

Fique com Deus, menina Maya.
Um abraço.

Fernand's disse...

eu já queria muito ver... depois dessa, vou correndo!



rs
bjs meus

Lucão disse...

se não gostar, devo ficar constrangido/
rs

imagino que gostarei
:)
bejo, doce

Nara disse...

Daaai

o filme me deixou assim oh O.O o tempo inteiro!

É muito bom mesmo!

Essa menina é um prato cheio pra qualquer psicólogo! rsrs

Ana SS disse...

Adorei o seu filme e asua leitura tb.

http://significantess.blogspot.com/2011/02/black-swan-cisne-negro.html

°•~ ∂ąnnι °•~ disse...

Dai, este filme é, realmente, maravilhoso! De tirar o fôlego com tamanha criatividade!

Bjs!!

=)

Insolente disse...

O filme me dá um pouco de náusea, como todas essas coisas chocantes e boas que se embrenham na gente. E é bonito demais ver aquela atriz maravilhosa na sua melhor atuação. Natalie Portman, o mundo é seu.

Gustavo Micheletti disse...

Bão, não achei outro lugar pra entrar em contato com vc, então vai aqui mesmo: me deixe seu cel, que se foi com minha agneda no celular roubado no formatura, ou ligue ou me de um toque no meu 16 97168156, preciso falar com vc rápido. bjo