quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Dívidas, para que te quero?


Alguém me fala quem inventou o bendito “clima natalino” que eu quero dar um soco na cara.

Ahhh, estou brincando, eu nem tenho esses instintos agressivos, mas que eu queria ter um conversinha muito séria com quem ligou as palavras natal-presente, isso eu queria.

Depois que o fim de ano passa, a gente encara pelo menos três meses de ressaca – e o pior, é ressaca financeira.

Estou quase fazendo um bazar para superá-la e é sobre isso (as contas e não o bazar), que eu escrevo lá no Meninas Improváveis.

Clique aqui e vá para lá.


Obs.: Se você ficar com dó, eu passo uma conta MINHA para depósitos ^^

5 comentários:

Atitude: substantivo feminino. disse...

Por isso que não dou nada para niguémnessa época.
Meu sonho é um dia paoder pasar estas festas fora, longe com o pé na estrada.
Por enquanto ainda sou obrigada a ficar por aqui cumprindo certos protocolos.

Nara disse...

E nem comprou presente pra mim u.u

rsrs

Beijo

Dai disse...

Atitude,

Eu, a bem da verdade, só dei presente pra mim mãe, muito justo, né?

Passar na estrada é meio ruim, né? Mas se estiver de fato indo pra algum lugar, daí tudo bem ^^

beijo

=*=

Nara,

você viu? Se fosse pra vc ainda eu tinha um desconto ;)

beijo!

Eraldo Paulino disse...

Foi engraçado ler que a renda do brasileiro aumentou e aumentou no início do ano, desde que foi o janeiro mais liso da minha vida rs

Bjs de quem entende!

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, e quem não dividas depois de tantas festas?

Fique com Deus, menina Maya.
Um abraço.