quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

2011 - Go!


Já estamos próximos ao fim de janeiro, quase não há mais resquícios de “Ano Novo”, o ano ainda está novo mas parece velho demais.

Mas eu, às vezes, sou lerda. Só agora fui começar a organizar, só ontem fiz a temível faxina de início de ano, e apenas hoje caminharei confiante e decidida para o meu quarto e tirarei de lá mais ou menos 3 toneladas e meia de coisa inúteis.
Roupas que nunca mais me servirão e se servirem eu é que não vou querer usá-las porque afinal, merecerei roupas novas. Milhões de papeizinhos de rascunhos que não mais me interessam. Vidros de perfumes/hidratantes que estão vencidos, seja por suas datas de fabricação seja por minha não vontade  de usá-los. Calçados que não mais acompanharão meus passos. Lápis de cor, papéis, canetas, tudo acumulado desde a minha primeira série. Mochilas também acumuladas desde a minha primeira série. Bolsas que ainda guardo achando que haverá o momento em que direi: sim, hoje irei com essa!, mas não, não irei, porque sempre uso a mesma.

Relógios parados, quebrados – obsoletos.

Sacolas de coisas que já foram separadas para dar embora. Trecos e mais trecos. Por que guardei tudo isso?

Irei para a minha mesa e tirarei de lá os 5 livros que separei para ler e não li – voltarão para minha estante de livros, com os seus pares. Folhetos de propagandas, sacos de pipoca de cinema que são recarregáveis, mas eu jamais lembrarei de levar comigo em minhas idas ao cinema. Minha suculenta (em homenagem ao Ivan) que não vingou, morreu e ainda está lá no vaso, no meio das minhas bagunças. Carregadores de celular, notebook, cabos USB, extensão, tomadas, tudo isso, tirarei de lá. 

Será uma organização externa. Primeiro passo. Tão necessária e tão preguiçosamente adiada por meses. Além da faxina externa, que representa uma faxina interna, também fiz uma lista de objetivos para esse ano e sobre essa lista eu falo aqui no Meninas Improváveis.

12 comentários:

Oscar disse...

Nossa Dai! Acho que isso é comum com todos! Bagunça acumulada ao longo do ano e a preguiça de se organizar depois... Que bom que conseguiu se livrar das bagunças...

Enquanto isso... no meu quarto... HAHAHAHAHA... ME ajuda?

Eraldo Paulino disse...

Parece que não é mesmo ano novo, sobretudo por conta do desastre ambiental... parece que 2011 se mudou algo em relação a 2010, mudou pra por... mas tá só começando, vamo causar coisas melhores né?

Bjs, querida!

Fernanda Baima disse...

Às vezes é muito bom fazer essa arrumação toda. Quem é que não quer jogar fora coisas velhas e inúteis para dar lugar à coisas novas (literalmente)? :)

Seguindo!

Beijos.

Fernand's disse...

comecei o ano quilos de roupas, caixas e papéis mais leve... fiz a faxina e me senti muito bem, melhor do que eu esperava.

Daniel Savio disse...

Olha, não tenho metade da tua disposição, não que eu tenha tanta coisas que já fizeram parte da minha vida, mas a maioria é uma grande coleção de quadrinho, cds de música, livros e por ai vai...

Mesmo nunca ter relido, ou ouvido novamente e por ai vai.

Fique com Deus, menina Maya.
Um abraço.

Natália disse...

Essa faxina faz bem a alma. Que 2011 seja um ano bom para nós.

=)

Frau Forster disse...

Faxina externa e interna... Acho que é um ótimo começo de ano. :) Um beijo

Má Midlej disse...

Que texto leve, adorei!

hahaha
''o ano ainda está novo mas parece velho demais.''

E NUM É QUE É? kk

Erica Ferro disse...

E o Ano novo que era novo tá ficando velho de novo. Que lasqueira, hein?! =p

Ah, Dai, me empresta um pouco dessa vontade de arrumar as coisas?
Gente, morro de preguiça de organizar qualquer coisa, é meio difícil me desfazer das coisas também. É sério, eu preciso largar essa preguiça e esse apego as coisas antigas (as lembranças não me deixam desfazer-me de certos objetos).

Beijo.

Atitude: substantivo feminino. disse...

Desapegos fazem super bem..limpam a alma..
Fez, afinal?
Vc pode inclusive doar parte das roupas.

Eu amo cheirinho de limpeza!

Alline disse...

Meu ano ainda tá todo torto, ainda não entrei no ritmo. As coisas que começaram arrumadinhas já viraram bagunça de novo do dia 3 pra cá. Pior que eu jogo muita coisa fora, mas vou e amontoo tudo de novo.

E tava sumida daqui, né? Um pouco mais de disciplina com o tempo me cairia bem. ;)

Beeeeeeeeeeijo, Dai!!!

Aline disse...

Adorei o texto! Também já escrevi sobre arrumar o quarto, hehe. É uma arrumação interna mesmo. :)
Beijos!