quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Mudanças

Quando a gente sai de uma casa, mesmo organizando bem a mudança, mesmo tentando se precaver, sempre deixa alguma coisa pra trás, muitas vezes é deixado pra trás por causa da correria, por causa da movimentação, porque a coisa fica meio escondida. Outras vezes fica pra trás porque você acha que aquilo não serve mais ou não cabe na casa nova.


E eu sempre fico pensando o que pensam as pessoas que encontram um pouco de você deixado pra trás? Um prendedor que ficou, uma bola da infância, ganchinhos que demonstram a maneira como mais ou menos você organizava as coisas, de repente até um livro que você deixou fora das caixas porque queria terminar de ler.

E na vida também é assim, a gente deixa coisas pra trás, fragmentos nossos, coisas que farão as pessoas lembrarem de nós vez ou outra. E tanto em um caso quanto outro, as pessoas podem escolher ver as nossas marcas como algo a descartar ou algo a olhar mais de perto por mais tempo.







Um comentário:

Avoada disse...

Sempre fui dessas que se demoram mais tempo nesses detalhes...